Diante de novo cenário, professores decidem por ato público e trabalho de base

Os docentes municipais decidiram, nesta quinta-feira, 7 de abril, pela realização de um Ato Público na praça Saldanha Marinho, na tarde do dia 19 de abril, e pelo funcionamento das escolas em período reduzido nos três turnos da mesma data. Além disso, foi deliberada uma agenda de mobilização interna da categoria, com visitas da coordenação sindical às escolas da rede para discutir assuntos relevantes ao magistério municipal. As reuniões ocorrerão nas quartas-feiras dos meses de maio e junho. Decidiu-se também pela realização de uma campanha publicitária que pretende expor o desrespeito do prefeito Cezar Schirmer às leis que amparam os professores municipais e as deficiências de estrutura na rede de educação.

Os professores presentes na assembleia extraordinária reavaliaram as decisões da última plenária, ocorrida no dia 29 de março, considerando que uma das demandas da categoria – uma agenda com o prefeito Cezar Schirmer – foi atendida na última segunda-feira (4), conforme já havíamos divulgado na página do sindicato. No espaço, os professores discutiram as pautas gerais da categoria, como o reajuste salarial até o patamar do Piso, a solução para os problemas do plano de saúde, a destinação de no mínimo 20% da carga horária para hora-atividade, o reajuste do Vale Alimentação e a licença maternidade de 180 dias.

Após semanas de mobilização dos professores municipais – que incluíram greve, aula pública e protestos na Praça Saldanha Marinho –, a Prefeitura anunciou, no dia 30 de março, o pagamento da reposição salarial a todos os servidores – incluindo magistério. O valor, de 10,67%, corresponde à inflação de 2015, mas o salário base dos professores municipais segue 6,84% abaixo do Piso Nacional.

Na assembleia de ontem, a assessoria jurídica do sindicato também esclareceu que o prefeito pode e deve pagar o Piso para os professores, mesmo que já estejamos em período eleitoral, visto que a Lei Geral das Eleições não contradiz a Lei Nacional do Piso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *