Em Santa Maria também houve protesto contra o PL 4330

Ontem foi um dia de amplos protestos e paralisações por todo o país. Pelo menos 19 estados tiveram atos do Dia Nacional de Paralisação. Convocado por diversas centrais sindicais e movimentos sociais, o protesto reuniu trabalhadores conta a PL 4330, que permite a ampliação no número de cargos terceirizados e é interpretado pelos sindicatos como um dos maiores ataques aos direitos trabalhistas ocorrido nas últimas décadas.

Aqui em Santa Maria, o ato começou um pouco antes das 18h na Praça Saldanha Marinho, nas proximidades do viaduto Evandro Behr. Ali, dezenas de sindicalistas e trabalhadores de diversas organizações políticas – como CPERS, CSP-Conlutas, CUT, CTB, Fórum de Mulheres de Santa Maria, Sindicato dos Bancários, Movimento Nacional de Luta pela Moradia, SINDISERF, Levante Popular da Juventude e PT/SM – distribuíram panfletos e entoaram palavras de ordem. Logo após, o ato partiu para a esquina da Avenida Rio Branco com a Venâncio Aires. A presença do Sinprosm se deu pela participação do professor Paulo Merten, que é coordenador de Formação Sindical e Comunicação no sindicato.

Confira, no link, a nota do Sinprosm sobre o PL 4330:

http://www.sinprosm.com.br/nota-de-apoio-a-paralisacao-nacional-do-dia-15-de-abril/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *