Moção de apoio: hoje somos todos professores paranaenses

O Sinprosm manifesta seu apoio e solidariedade fraterna aos professores paranaenses covardemente agredidos no dia de ontem pela Polícia Militar do governador Beto Richa.

Jamais concordaremos com o uso da violência e da repressão como resposta às reivindicações justas e a defesa de direitos dos trabalhadores. Estamos perplexos e indignados diante do autoritarismo, da truculência e do desrespeito às legítimas reivindicações dos colegas professores estaduais do Paraná. Suas lutas também são nossas lutas.

A violência do governo estadual fere princípios mínimos de civilidade e dá um péssimo exemplo aos jovens e cidadãos de como se devem tratar os trabalhadores e educadores em qualquer lugar do mundo.  O país inteiro foi agredido, esta é uma atitude que nos envergonha. Hoje somos todos professores paranaenses.

Apelamos a todos os educadores e sindicatos do Brasil a também manifestarem repúdio contra episódios desta natureza, pois a intolerância e a ignorância nada têm a ensinar. Representam sérios riscos à democracia e à paz social.
*A moção de apoio aos docentes do estado do Paraná foi escrita pelo professor Paulo Merten, coordenador de Formação Sindical e Comunicação do Sinprosm e aprovada por unanimidade durante a assembleia pelos professores municipais de Santa Maria. É, portanto, a opinião da categoria.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *