NOTA – Posicionamento sobre o segundo turno das eleições presidenciais

O Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria se constituiu a partir do processo de redemocratização e das garantias da Constituição Cidadã de 1988, portanto, é seu compromisso reagir a qualquer ataque aos princípios nela assegurados. Nosso histórico de lutas não permite omissões frente à atual escalada de intolerância, ao autoritarismo e à ameaça aos direitos conquistados pela classe trabalhadora ao longo de décadas.

Diariamente surgem novas demonstrações, no campo político, do perfil antidemocrático de uma das candidaturas à presidência da República. Ao abordar a questão da educação, se utiliza de pautas demagógicas, sectárias, argumentos distantes da realidade das escolas ou até mesmo comprovadamente mentirosos. Não é possível aos professores ignorar tais fatos.

Não há como conceber, por exemplo, que as ideias inclusivas de Paulo Freire, referência mundial em educação, possam ser banidas da educação brasileira. Por outro lado, o congelamento dos gastos públicos por 20 anos (EC 95) compromete os investimentos em educação e, por consequência, o direito de acesso à escola pública de qualidade. Ambos são tópicos defendidos pelo candidato e fartamente documentados na imprensa.

É preciso assegurar o direito à diversidade de pensamento e à liberdade de expressão respeitando os princípios que norteiam a constituição brasileira. Os professores, como profissionais que formam cidadãos, transferem conhecimento e constroem uma sociedade mais justa, terão esse discernimento nas urnas em 28 de outubro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>