Conheça a programação do 8º Seminário Educação em Foco

A pandemia do Novo Coronavírus está causando mudanças significativas em nossa sociedade, muitas delas irreversíveis. A educação certamente foi uma das mais impactadas. A necessidade de dar continuidade ao processo de aprendizagem de crianças, jovens e adultos em um cenário de distanciamento, sem um preparo prévio a escola, alunos e famílias, trouxe desafios novos e acelerou questionamentos: afinal, para que e para quem serve a escola? Como a educação se move no contexto contemporâneo?

O Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria pretende discutir esses e outros assuntos no 8ª Seminário Educação em Foco. O evento bienal será realizado virtualmente entre os dias 2 e 13 de agosto, em sete noites alternadas, totalizando 20 horas de carga horária. A transmissão será feita pelo YouTube e Facebook do Sinprosm sempre às 19 horas, sem necessidade de inscrição prévia.

ABERTURA

 “Educação na Contemporaneidade: para que(m) serve a escola?” será o tema central do seminário. Daniel Cara, cientista social, professor da USP e vencedor do Prêmio Darcy Ribeiro, fará a conferência de abertura com este tema na noite do dia 2 de agosto. O dirigente da Campanha Nacional pelo Direito à Educação entende que o caminho para a educação, em uma realidade pós-pandêmica, passa pela participação dos professores na elaboração das políticas públicas. “É importante envolver os professores num processo de transição, da educação remota para educação híbrida e depois uma transição da educação híbrida para a educação presencial, que é a única que funciona”, destacou ao podcast do Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz. Na entrevista, publicada em maio, Daniel explica que para enfrentar as perdas e danos e reconstruir a educação no pós-pandemia, será imprescindível alterar o financiamento da educação, mudar a própria compreensão da educação e da sua realização em sala de aula, para ganhar a cidade. “Vai precisar ser uma educação mais envolvente, estabelecida a partir de maior convívio entre as pessoas, no sentido de estimular a construção de vínculos dentro da sala de aula. Construir a política de educação junto com os educadores é inegociável, para que consigamos enfrentar a situação de retomar a centralidade da educação, após a pandemia”.

A entrevista pode ser acessada no endereço https://cee.fiocruz.br/?q=A-Educacao-pos-pandemia-por-Daniel-Cara

PRODUÇÃO CIENTÍFICA

As duas últimas noites, nos dias 11 e 13 de agosto, serão dedicadas à produção científica dos professores da rede municipal. Doze artigos, ensaios e relatos de experiência inéditos selecionados serão apresentados pelos seus autores, como forma de troca de conhecimento e debate científico.

Os trabalhos farão parte da segunda edição do e-book Autoria e Saberes Docentes, a ser lançado posteriormente com edição da Arco Editores.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA,

Dia 2/8: Daniel Cara

Palestra: “Educação na Contemporaneidade: para que(m) serve a escola?”

Professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Doutor em Educação (Universidade de São Paulo – USP), mestre em Ciência Política (USP) e bacharel em Ciências Sociais (USP). Dirigente da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que coordenou entre 2006 e 2020. É membro do Conselho Universitário da Unifesp (desde 2015). Foi vencedor do Prêmio Darcy Ribeiro 2015, concedido pela Câmara dos Deputados, em nome do Congresso Nacional.

Dia 4/8: Suely Amaral Mello

Palestra: “O papel da Educação Infantil na constituição da personalidade e da inteligência da pessoa”

Graduada em letras, mestre e doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos. Professora aposentada do Departamento de Didática da Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus de Marília, professora colaboradora do Programa de Pós Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP, membro do grupo de pesquisa Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural, co-coordenadora do Grupo de Estudo em Educação Infantil: teoria e práticas, assessora da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São Paulo.

Dia 6/8: José Moran

Palestra: “Todas as escolas podem ser inspiradoras e relevantes”

Doutor em Comunicação pela Universidade de São Paulo. Foi professor de Novas Tecnologias na USP e um dos fundadores do Projeto Escola do Futuro na mesma universidade. Implantou e gerenciou programas de Ensino Híbrido (Blended) e de Educação a Distância. Atualmente é professor, pesquisador e designer de ecossistemas inovadores na educação com ênfase em competências, metodologias ativas, modelos híbridos e tecnologias digitais. É autor dos livros A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá, Metodologias Ativas de Bolso e coautor dos livros Metodologias Ativas para uma Educação Inovadora, Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica, e Educação a Distância: Pontos e Contrapontos. Suas ideias estão no blog Educação Transformadora

Dia 9/8: Joel Franz

Palestra: “Saúde Mental dos professores diante dos enfrentamentos da pandemia”

Terapeuta com ênfase na abordagem Junguiana. Pós-graduado em Morte e Luto e pós-graduando em Arteterapia e em Psicologia Analítica. CRP 07/19312

Dias 11 e 13/8: Apresentação de práticas da rede com os professores municipais aprovados para o e-book Autoria e Saberes Docentes – Volume 2